Pesquisa personalizada

Bullying na Escola - Como identificar e evitar o Bullying

Relacionados: ,
Concurso Anatel - Nível Médio R$4800

O bullying são atos de violência física, psicológica, intencionais e repetidos praticados para uma pessoa ou grupo para intimidar ou agredir.

bullying, imagens de bullying com crianças na escola

Crianças novas que mudam de escola ou grupo de amigos estão mais sujeitas a serem vítimas de bullying por grupos de veteranos; pessoas que passam o dia inteiro rindo, fazendo piadas e tirando o lanche da criança que ocasiona, consequentemente, problemas sérios e emocionais que não são fáceis de lidar.


Em casa, alguns sintomas de crianças vítimas de bullying são dores inexplicáveis, como dor na perna, problemas de sono, irritação, choro o tempo todo e pesadelos. Os pais precisam observar essas atitudes dos filhos.


Quando uma criança brinca, ameaça ou bate em outra criança, os pais e professores devem intervir para que não aconteça novamente. Quando no pátio da escola alguém tira sarro da aparência de outra pessoa, temos o dever de repreender.


Reação das Crianças ao Bullying

imagem de uma criança vítima de bullying

Há crianças vítimas de bullying que obtêm maiores notas, porque não querem brincar e se isola na biblioteca. Com mais frequência, as crianças repentinamente tem uma queda bruta na nota. Comentários sobre odiar a professora e que não querer ir à escola pode ser a influência de amigos que praticam bullying, e facilita à criança culpar a professora ou a escola que tem problema com o ensino do que acusar os amigos em razão da pressão e demais ameaças físicas e psicológicas.


Observe crianças que se isolam no recreio ou que gostam de ter amigos e brincar e se isolam. São fortes indícios de que esta criança está sendo excluída de grupos, ou sendo vítima de apelidos e agressão física. O ideal é que a criança seja orientada pelos pais e professores a resolver sozinha os problemas com bullying, então quando a criança é xingada, ela deve se posicionar e pedir respeito aos colegas que praticam as agressões.


Todos os dias são milhares de crianças vítimas e pais desorientados na educação dos seus filhos. O motivo de bullying pode ser devido a vários fatores, entre os mais frequentes são a raça, religião, vestimenta e opção sexual.


Estudos mostram que pessoas que são agredidas por seus colegas têm maior risco para problemas de saúde mental, tais como baixa auto-estima, estresse, depressão ou ansiedade. Eles também podem pensar em suicídio.


O agressor pode aparentar e agir de forma agressiva, ou ser reservado, mas são manipuladores e enganadores. Muitos agressores têm uma característica em comum. Eles gostam de dominar os outros e são focados em si mesmos. Às vezes eles não têm sentimentos de empatia ou cuidado com outras pessoas. Alguns deles são inseguros e precisam colocar as pessoas para baixo para sentirem-se mais interessantes e poderosos. Outros agem de forma violenta porque no passado também foram vítimas de bullying ou tenham em sua família pais com atitudes violentas.



Dicas para evitar o Bullying


1. Evite monólogos. Você aprende e é mais conhecido pelos filhos, ouvindo.
2. Estar ciente de possíveis sintomas como nervosismo, falta de apetite, insônia , mau desempenho escolar ou fobia escolar.
3. Controlar e monitorar o comportamento das crianças, observando o que eles fazem, para onde ir, com quem jogar, o que os seus interesses e projetos.
4. Educar para controlar as emoções, a se comportar com os outros e viver com os outros.
5.Observar comportamentos, humores e as mudanças nos hábitos das crianças.

Bate Papo

Envie Oi Torpedos