Pesquisa personalizada

Leonardo da Vinci - Exercícios de Interpretação de Texto

Relacionados: , , , ,
Concurso Anatel - Nível Médio R$4800

Exercícios de Interpretação de Texto sobre Leonardo da Vinci com Gabarito


A imagem popularizada de Leonardo da Vinci como um grande cientista permanece viva até os dias de hoje. A estatura de Leonardo como pintor e desenhista é incontestável, mas hoje poucos estudiosos reivindicam que ele tenha sido um grande
cientista ou um grande engenheiro, embora uma corrente de autores populares continue a exaltar sua contribuição para a ciência. A cada ano, artigos e livros vêm se acrescentar a esse rol.
O gênio é uma estranha categoria. Ser um gênio, assim como ser uma celebridade, consiste em ser considerado como único por outras pessoas. A implicação deste termo é que, a despeito do muito esforço que seja despendido, o que realmente torna esses indivíduos ilustres são algumas qualidades inerentes. Os relatos do século XIX sobre Leonardo enfatizavam o fato de ele ter manifestado seu gênio na infância (como Mozart). Na matemática, rapidamente superou seus professores; seu pai teria mostrado um desenho de Leonardo a Verrocchio, que então teria ficado atônito. Um indivíduo se torna gênio por ter nascido como tal, não apenas por se esforçar − um consolo para o resto de nós que não consegue atingir esse nível.
O poderoso mito de Leonardo alcança esse patamar: ele é um gênio em tudo − realmente universal. Não faz diferença que ele, de fato, não tenha inventado coisa alguma. Pelo contrário, se ele não realizou coisa alguma é porque teve o infortúnio de ter nascido no que foi, tecnológica e cientificamente, o século “errado”. O gênio está sempre “adiante do seu tempo”, e por isso é mal compreendido.
A construção do culto a Leonardo como grande cientista foi obra de não-cientistas, de homens das letras e intelectuais dedicados a variadas áreas. Foi com admiração que grandes escritores do século XIX elogiaram as realizações de Leonardo como engenheiro, como Stendhal, por exemplo, que pouco conhecia sobre ciência.
(Adaptado de: Donald Sasson. Mona Lisa. Trad. Luiz Antonio Aguiar. Rio de Janeiro, Record, 2004, pp. 78-81)
auto, retrato, leonardo, da vinci, obra, pintor, italiano
quadro, leonardo, da vinci, perfil, da, bela, princesa

1. Segundo o texto,
a) as obras de gênios verdadeiros, como Mozart e Leonardo da Vinci, serão sempre incompreensíveis para os leigos, seja na época em que viveram ou no futuro.
b) diferentemente das celebridades, cuja fama costuma ser instantânea e fugaz, os gênios demoram a atingir a notoriedade, mas suas obras atravessam os séculos.
c) apesar de Leonardo ser cultuado como alguém com vasto conhecimento científico, muitos questionam o fato de ele realmente ter sido um grande cientista
d) a aptidão de Leonardo para a matemática manifestou-se cedo, rendendo-lhe problemas escolares, de um lado, e a admiração de seus professores, de outro.
e) especialistas apontam, com base em fatos verificáveis, e contrariando o senso comum, que Leonardo foi responsável por grandes avanços na engenharia.

2. Considere:
I. No texto, o autor comprova a tese de que Leonardo é um gênio em tudo.
II. O autor compara Mozart a Leonardo da Vinci, ambos meninos prodígios, para defender a ideia de que certos talentos, nos casos em que se manifestam já na infância, devem ser incentivados pelos pais.
III. No segmento Ser um gênio, assim como ser uma celebridade (2º parágrafo), o autor estabelece uma comparação, com o objetivo de reforçar o argumento desenvolvido.
Está correto o que consta em
a) III, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

3. ... poucos estudiosos reivindicam que ele tenha sido um grande cientista ou um grande engenheiro, embora uma corrente de autores populares continue a exaltar sua contribuição para a ciência. (1º parágrafo)
Identifica-se no trecho acima:
a) questionamento seguido de conclusão.
b) exposição de um fato seguida de concessão.
c) noção de proporcionalidade.
d) hipótese seguida de comprovação.
e) relação de temporalidade e finalidade.

4. Está INCORRETO o que consta em:
a) No segmento seu pai teria mostrado um desenho de Leonardo a Verrocchio, que então teria ficado atônito o autor expressa dúvida a respeito da veracidade dos fatos expostos.
b) Afirmar que um sujeito possui qualidades inerentes equivale a dizer que essas características são inseparáveis desse sujeito.
c) Entre as frases O gênio está sempre “adiante do seu tempo”, e por isso é mal compreendido há relação de causa e consequência.
d) O sentido da frase um consolo para o resto de nós que não consegue atingir esse nível também seria mantido se ela fosse expressa do seguinte modo: um consolo para o resto de nós, que não conseguimos atingir esse nível.
e) O sentido do segmento o que realmente torna esses indivíduos ilustres seria mantido se ele fosse expresso do seguinte modo: eventualmente, o que faz a nobreza dessas pessoas.



Gabarito: 1.C 2.A 3.B 4.D

Bate Papo

Envie Oi Torpedos